quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Sorvete de Funcho

...as minhas prendas de Natal há muito que estão resolvidas...
...lembranças...coisas que dão jeito ou fazem falta...mimos feitos em casa...
...assim...evito a confusão própria da época...

...ou pelo menos tento...
...com 80 anos feitos no final do mês passado...
...a avó Belita "contra ataca"...
..."oh Anita podias ir comigo ver umas coisas para o Natal?"...
..."sim Vó!"...
..."olha...vai lá tu e traz o que achares melhor...está tanto frio"...

.. :-) ...
...há forma de dizer que não?!?!?!..
...pois não...

...e apesar do frio que se sente na rua...(e quando saímos do banho)... :-)
...tenho a certeza absoluta que algures neste planeta está calor...
...

Sorvete de Funcho
(coisas cá de casa)

2 bolbos de funcho sem rama
1 clara de ovo
1 chávena açúcar
1/2 chávena água


Cozer o funcho, previamente cortado em pequenos pedaços e colocar no congelador de um dia para o outro.
Ferver o açúcar com a água até atingir o ponto pérola 
Retirar do lume e deixar arrefecer um pouco.
Picar o funcho congelado, no robot de cozinha - não triturei muito de maneira a poder encontrar pequenos pedaços.
Adicionar a calda de açúcar e misturar bem com uma colher ou vara de arames.
Adicionar a clara de ovo e voltar a misturar muito bem.
Colocar a mistura numa taça própria para congelação e colocar no congelador durante cerca de 2 horas.

domingo, 22 de outubro de 2017

Bolo de chocolate e "mojito"

"Cada tic-tac é um segundo de vida que passa e não se repete.
Há nele tanta intensidade, tanto interesse, que o único problema é saber como vivê-lo."
Frida Khalo

Bolo de chocolate e "mojito"
(adaptado de Nestlé)

200 ml de natas - usei com sabor a baunilha
125 gr chocolate de leite - usei Garoto
2 ovos + 2 claras 
3 tbsp farinha
chocolate em pó para polvilhar a forma - usei Nesquik

Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Aquecer as natas, juntar o chocolate partido em pedaços e deixar repousar 1 minuto.
Misturar bem o chocolate com as natas, adicionar os ovos e as claras e misturar novamente.
Juntar a farinha e verter a mistura para uma forma de 10 cm, previamente untada e polvilhada com chocolate em pó.
Levar ao forno durante 30 min - depois de retirar do forno deixar repousar 15 min na forma.

Calda
Levar ao lume, 1/2 chávena de água com uma chávena de açúcar, sumo de 1 lima e 3 pés de hortelã, até começar a engrossar.
Juntar 30 ml de rum e deixar ferver um pouco.
Retirar do lume e coar com um passador.
Servir com o bolo de chocolate.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Quindim...e o banho-maria...


...me...myself...e o meu problema com o banho-maria...
...utilizado para aquecer de forma lenta e uniforme, uma substância liquida ou sólida num recipiente, submergindo-o noutro, onde existe água a ferver...
...o banho-maria consegue tirar-me do sério de tal maneira que o evito a todo o custo...

...e foi por isso que atirei esta receita lá para o "fundinho do baú"...
...até hoje...
...confesso que fiz a receita duas vezes...
...mas o desgraçado não me levou a melhor...
:-)

Quindim
(Sobremesas 5-5-5)

100 ml leite de coco
25 gr manteiga
70 gr coco ralado
120 gr açúcar
6 gemas

Pré-aquecer o forno a 150ºC.
Aquecer o leite com a manteiga até esta derreter.
Bater as gemas com o açúcar com uma vara de arames e adicionar o coco ralado, seguido da mistura do leite.
Verter a mistura para uma forma, ou forminhas pequenas, untada e polvilhada com açúcar.
Levar a cozer no forno em banho -maria, durante 20-30 minutos (menos tempo em caso de forminhas pequenas).
Para verificar se está cozido, espetar um palito - está cozido quando não sair liquido do orifício formado pelo palito.
Colocar no frigorifico até arrefecer totalmente e servir.
Para desenformar podemos mergulhar o fundo da forma em água quente e usar uma faca para soltar o rebordo.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Mousse de limão...

"...de que cor é um beijinho?...
...verde como os crocodilos?...
...branco como a neve?...
...azul como o mar?...ou cinzento como os hipopótamos e elefantes?...
...de que cor é um beijinho?..."
(Rocio Bonilla)

...amarelo?...como a mousse de limão?...
:-)


Mousse de limão
(adaptado de Teleculinária)

1 tbsp farinha maizena
3 ovos
100 gr açúcar
200 ml água
1 tbsp manteiga
1 limão - sumo e raspa

Num tacho, misturar a farinha maizena, com as gemas e o açúcar.
Adicionar a água, misturar novamente e levar ao lume até engrossar.
Retirar do lume, adicionar a manteiga e misturar bem.
Deixar arrefecer um pouco.
Bater as claras em castelo e adicionar o preparado anterior, envolvendo gentilmente.
Distribuir por tacinhas e levar ao frio durante uma hora.


sábado, 3 de junho de 2017

Eton Mess...

  
...de origem inglesa e com um nome que lhe assenta na perfeição - "bagunça"...
... esta é daquelas receitas que nos deixa à vontade para "inventar"...
...os ingredientes principais são 3 ou 4 ...e na minha opinião...
...à vontade do freguês...

...super rápido de fazer e mais rápido ainda de comer...

:-)

Eton Mess
(...)

100 ml natas frias
8 suspiros pequenos
Frutos vermelhos q.b. - usei morangos e mirtilos
1 tsp rasa de açúcar em pó

Bater as natas.
Adicionar os suspiros, partidos grosseiramente com a mão, e misturar com uma colher de pau.
Partir os morangos em pequenos pedaços e misturar com os mirtilos.
Triturar três ou quatro morangos com a varinha mágica e colocar no fundo da taça ou taças, onde se vai servir.
Colocar as natas e os frutos vermelhos de forma intercalada - duas camadas de cada.
Desfazer um suspiro com a mão e polvilhar por cima.

As quantidades apresentadas dão apenas para duas taças individuais.
Os frutos podem ser envolvidos no creme e os morangos triturados dispensados.

terça-feira, 2 de maio de 2017

sexta-feira, 3 de março de 2017

Pêras em massa folhada com erva doce e mel

...os dias de compras com a avó Belita são sempre uma animação...
..."toma a lista" - diz ela
...e eis que em qualquer papel que ela tenha apanhado a jeito...
...seja um guardanapo...uma folha de um bloco...ou um post it...
...surge a sua letra de escola primária...de "I" e "J" todos repenicados...
...
...confirmamos se temos os telemóveis...
...e caso algum tenha pouca bateria...combina-se o ponto de encontro...
...a avó tem pavor a perder-se no supermercado...
...e eu ainda estou à espera do dia em que vou ouvir o meu nome no altifalante...
...a dizer que a Maria Isabel está no balcão da informação à minha espera... :-)
...
..."olha que só trouxe 20 euros"... - lembra-me umas 50 vezes em meia hora
...à velocidade de um caracol...que as pernas dela não permitem a minha normal aceleração...
...verificamos preços...promoções...talões de desconto...
...
...e volta a lembrar o valor da nota no porta moedas...
..."aí Anita...não chegam os 20 euros"...
..."relax...que ainda sobra"...
...<3 iu...

Pêras em massa folhada
(...)

3 pêras
1 embalagem de massa folhada
2 tbsp erva doce
3 tbsp mel
4 tbsp açúcar

Descascar as pêras e cortar um pouco da base de forma a que estas se mantenham seguras "de pé".
Colocar as pêras num tacho com água (até tapar as pêras), o mel e a erva doce e deixar cozer -  não deixar que a fruta fique mole.
Retirar do lume e deixar arrefecer um pouco.
Enquanto as pêras arrefecem, polvilhar o açúcar em cima da massa folhada e pressionar ligeiramente com as mãos.
Cortar tiras de massa, com cerca de meio centímetro e enrolar à volta de cada uma das pêras, começando pela base - empre que for preciso adicionar uma nova tira, esta deve ser "colada à ponta final" da anterior.
Pincelar com gema de ovo, sempre no sentido em que foi colocada a massa folhada, para facilitar o processo.
Levar ao forno até que a massa fique dourada.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Panna Cotta de Coco e Curd de Tangerina


...e depois de meses e meses e meses e meses...
...cá estou eu de volta...
 
...a cozinha continuou sempre a "bombar"...
...mas os constantes convites para ver filmes enroscados no sofá...
...eram impossíveis de recusar...
 
...é que estas coisas exigem tempo...
...e paciência...
...coisa que me falta bastante...
 
...não vos passa pela cabeça a quantidade de vezes que tentei meter o curd na outra colher...
...mais de uma mão cheia...
...ora ficava com mais...ora ficava com menos...
...e entre tentativas falhadas...
...hmmmmmm...delicioso... :-)
 
...uma receita ligeiramente diferente de outra que já experimentei...
...mas na minha opinião...
...mil vezes melhor...
...
 
 
Panna Cotta de Coco
(...)

200 ml leite de coco
200 ml natas
2 tbsp açúcar
3 folhas gelatina incolor

Colocar as folhas de gelatina no taça com água fria.
Num tacho, levar ao lume o leite de coco com as natas e o açúcar.
Assim que o açúcar estiver dissolvido e a mistura começar a ferver, retirar do lume.
Adicionar as folhas de gelatina, previamente escorridas, na mistura ainda quente e misturar bem.
Colocar em taças e levar ao frigorífico até solidificar.
 
Curd de Tangerina
(...)

3 tangerinas
1 limão - sumo
450 gr de açúcar
6 ovos
1 tbsp farinha maizena
 
Depois de muito bem lavadas, descascar duas tangerinas e picar a casca no robot de cozinha.
Espremer muito bem os gomos das tangerinas, aproveitando todo o sumo possível.
Num tacho, levar ao lume os sumos (limão e tangerina), a casca de tangerina picada e o açúcar até dissolver.
Reservar até arrefecer.
Bater os ovos como se fosse fazer uma omolete e adicionar a farinha, até que se misture e não fique com grumos.
Adicionar as duas misturas e levar ao lume até engrossar.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Mousse de chocolate e laranja

..."vou casar"...disse ela
...levantou a mão para mostrar o anel... "foi em Paris, na Torre Eiffel"...

...e em menos de um ano... 
...vamos ao Porto ver vestidos...
...choramos a par com a mãe na prova...
...respiramos de alívio quando ela nos diz "não é este o penteado!"...
...fazemos "chuva de arroz" em pacotes...
...e crachás...para uma noite com as amigas...
...rimos de histórias antigas...

...confesso que não contava com algumas "cenas" bem marotas das meninas... :-)

...levamos bolos e uma "saca de minis"...
...pedimos uma rodada "em espanhol"...
...e ligamos à mãe do noivo às onze da noite a pedir a mão do filho em casamento...

...as dez casas que nos separam vão passar a ser (dez)enas de km...
...e eu confesso...tenho um nó no estômago...
... :-S ...


Mousse de chocolate e laranja
(coisas cá de casa)

4 ovos
4 tbsp açúcar amarelo
1 laranja - sumo e raspa
1 chocolate de mousse
2 folhas de gelatina incolor

Bater as gemas com o açúcar e a raspa de laranja até ficar um creme fofo.
Colocar as folhas de gelatina numa taça com água fria.
Derreter o chocolate - derreto quase sempre no microondas - juntar o sumo de laranja e as folhas de gelatina, bem escorridas, e misturar bem.
Juntar os dois cremes anteriores e misturar com uma colher de pau.
Adicionar as claras batidas em castelo e envolver delicadamente.
Levar ao frio numa taça ou em porções individuais.
Decorar a gosto.

terça-feira, 5 de julho de 2016

Baklava

...depois de ter "levado com uma mesa na boca"...
...de tal maneira que tive medo de a "comer" de uma dentada só...
...percebi que a minha excelente precisão resultou em dois pequenos cortes no lábio...
...que felizmente...ou infelizmente...não me tiraram o apetite... :-)
 
...e hoje é dia de uma receita já testada há algum tempo...
...que entretanto se perdeu no meio da pilha de revistas que "inundam" o meu armário...
...mas que vale sempre a pena repetir...
 
...com ou sem calda...cá em casa não dura nem uma tarde...
... :-) ...
 
 
Baklava
(adaptado de Teleculinária)

1 embalagem de massa filo
125 gr açúcar amarelo
100 gr miolo de pão - usei broa
200 gr miolo de noz picada
50 gr manteiga
1 tsp canela em pó

Triturar o miolo de broa e misturar com o miolo de noz, o açúcar e a canela.
Derreter a manteiga.
Pincelar as folhas de massa filo com a manteiga e dispor num tabuleiro em camadas alternadas com a mistura anterior.
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC, até ficar dourado.


Para a calda:
200 gr açúcar
2 dl mel
2 dl água

Num tacho, misturar todos os ingredientes indicados para a calda, levar ao lume e deixar ferver durante 5 minutos.
Regue a baklava com a calda e sirva cortada em quadrados.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Brigadeiro de cerveja...para um desafio açoriano

...de um convite irrecusável...surge um enorme desafio...
...Preta Doce...de Melo Abreu...Açores...
 
..."cerveja"...
...foi o que me escreveu a Elisabete do cozinha100segredos...
...como ingrediente secreto do novo desafio açoriano...
 
...os meus olhos brilharam...
...finalmente ia fazer a receita de brigadeiro que teimava em não passar do papel...
 
...e por pouco não passava novamente...
...não encontrei nem uma única lojinha de produtos açorianos em Coimbra...
...e embora as grandes superfícies tenham uma enorme variedade destes produtos...
...a cerveja não é um deles...
...ou então...estava esgotado...ou escondido...quando lá fui... :-)
 
...Lisboa ou Porto eram as minhas únicas hipóteses...
...e a solução veio de um...
"...há uma loja pertinho daqui...passo lá já e levo-te no fim-de semana..."
...perfeito...
 
...tal era o entusiasmo que nem pensei duas vezes e meti mãos à obra...
...os dias pareciam que nem passavam...
...e finalmente chegou o 16...
...de Abril...
...CROOOOOOOOOOOMA...
..."é só em Maio" - avisou a Elisabete...
...ai ai ai ai ai ai...
...e ficámos em standby novamente... :-)
...até hoje...
...cá está ele...já mais do que devorado e repetido...
...
 
...um graaaaaaaaaande obrigado à minha cunhada pela colaboração... :-)
 
 
 
Brigadeiro de cerveja
(adaptado de Tastemade)

1 lata leite condensado
1 tbsp creme vegetal
3 tbsp Nesquick
200 ml cerveja preta
100 gr chocolate negro em pedaços pequenos

Num tacho que possa ir ao lume, colocar o leite condensado, a cerveja e o Nesquick e misturar.
Adicionar o creme vegetal e o chocolate picado e levar a lume brando, mexendo sempre.
Deixar no lume até que faça o "ponto estrada".
Verter para tacinhas individuais e decorar a gosto...ou...
Untar um prato com creme vegetal e verter a mistura.
Deixar arrefecer.
Depois de frio, com as mãos untadas com um pouco de óleo, fazer pequenas bolas e polvilhar com açúcar em pó ou coco.
 

segunda-feira, 9 de maio de 2016

"Flores" de massa filo e ovos moles

...e assim que voltar um raiozinho de sol...
..."vamos à praia?"...
...pois...parece que "arranjei" um caranguejo...
...até lá...vão-me valendo estes dias de chuva...
...e hoje...ainda sem pressas...lancho com as gulosas...
...a mais velha anda adoentada...e devia fazer dieta...
...mas nem assim se nega a uma delícia destas...
..."morra Marta mas morra farta"...diz ela com um sorriso estampado na cara...
 
...uma receita muito simples que podiam ver num vídeo...
...se eu o conseguisse encontrar outra vez na net... :-(
...salgado e servido como entrada...
...ou doce para um lanche ou sobremesa com uma bolinha de gelado...
...este?...
...é de ovos moles...só podia!... :-)
 
 
"Flores" de massa filo
(página da internet)

1 embalagem de massa filo
recheio a gosto - deve ser em creme ou pasta
manteiga ou creme vegetal q.b.
  
Cortar as folhas de massa filo no formato de 1/4 de circulo.
Pincelar com manteiga ou creme vegetal.
Pegar no centro da folha com a ponta dos dedos e com a ajuda da outra mão enrolar a massa em volta de si própria, até obter a forma de um caracol.
Colocar uma pequena porção do recheio escolhido, no centro, e voltar as pontas da massa para cima deste, como se fosse uma tampinha.
Com muito jeitinho virar o caracolito ao contrário e pincelar com gema de ovo.
Fazer o mesmo procedimento com todas as outras folhas de massa filo.
Levar ao forno até ficarem douradinhos.
 
Prometo continuar à procura da página onde encontrei esta receita...ou se alguém a encontrar primeiro...partilhe por favor...é muito mais fácil de perceber pelo vídeo... :-)
 

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Cappuccino Caramel

...Cappuccino Caramel...
 
...uma das minhas bebidas favoritas do Farggi...
...desta vez testada aqui em casa...
 
...uma combinação perfeita de apenas quatro ingredientes...
...com...
...dupla camada de chantilly porque amanhã vou ao ginásio... :-)
... 
 
 
Cappuccino Caramel
(adaptado de Farggi)

Topping de caramelo
2 cafés expresso longos
Leite q.b.
Chantilly
 
 
Num copo  - com cerca de 250 ml - colocar topping de caramelo até ficar com cerca de um cm de altura.
Colocar o café - não muito quente - lentamente para que não se misture com o topping.
Fazer espuma de leite e colocar por cima do café com a ajuda de uma colher.
Encher o resto do copo com chantilly - usei o das latas que se vendem em qualquer supermercado.
Decorar a gosto - topping de caramelo, pinhoada, canela.
 
Para fazer a espuma de leite, gentilmente pedi à minha mãe que me cedesse a máquina da Nespresso, dela por tempo indeterminado... :-) mas há uns utensílios mais pequenos que fazem o mesmo efeito e mais baratinhos, em lojas como a Casa.
 

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Mousse de Tiramisu

"...tudo tem uma hora certa para acontecer...
...e na maioria das vezes...
...aquilo que mais queremos...
...só acontece quando menos esperamos...
 
...a vida...
...acertou em cheio...
...quando te colocou na minha..."
(J.F.)
  
 
Mousse de Tiramisu
(adaptado de Continente Magazine)

1 tbsp café instantâneo
1/4 chávena de água quente
1,5 chávena açúcar em pó
230 gr queijo mascarpone
1 chávena queijo fresco batido
1 tbsp chocolate em pó
chocolate negro em raspas q.b.
 
Misturar o café com a água e deixar descansar durante 5 minutos.
Misturar o açúcar e o mascarpone.
Adicionar o café aos poucos, misturando bem entre adições.
Envolver o queijo fresco na mistura anterior.
Fazer camadas alternadas com o creme, o chocolate em pó e as raspas, terminando com uma camada de chocolate em pó e raspas de chocolate.
Colocar no frigorifico durante cerca de 20 minutos e servir.
 

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Simnel Cake...to Sweet World

 ...originalmente confeccionado para o Dia da Mãe...
...desde há muito tempo que este bolo se tornou um elemento essencial no dia de Páscoa...
...os frutos secos...as especiarias...o "toque" dos citrinos...e duas camadas de pasta de amêndoa...
...dão-lhe sem dúvida uma misteriosa combinação de sabores...
...que resulta na perfeição...
...até para quem...que como eu...não gosta nada desta cobertura...
 
...e por falar nisso...aproveito já para me confessar...
...não...não fui eu que a fiz...
...a primeira tentativa saiu falhada...
...e nem dei oportunidade a uma segunda...
...a pastelaria daqui do bairro vende ao quilo e eu deixei a arte para quem sabe... :-)
 
...possivelmente a Lia e a Susana devem ter pensado..."podias ter feito os Hot Cross Buns"...
...pois podia...
...e prometo aqui e agora que não ficaram esquecidos...
...mas com duas hipóteses tão interessantes para este novo desafio do Sweet World...
...tive mesmo de lançar moeda ao ar...e cá está...
 
...um pequeno simnel cake...
...doze "bolinhas"...uma por cada apóstolo e uma por Jesus...
...porque neste bolo...Judas é persona non grata... :-)
...não tem direito a "bolinha"...e com certeza não terá direito a uma fatia de bolo...
:-)
  
 
Simnel Cake
(adaptado de Lisa Faulkner)

58 gr de passas
100 gr papaia desidratada em cubos pequenos
70 gr amêndoas ligeiramente picadas
50 gr de nozes ligeiramente picadas
raspa de 1 laranja
raspa de 1 limão
1/2 csp canela
1/2 csp noz moscada
150 gr de farinha
150 gr de açúcar mascavado
150 gr margarina
3 ovos
 
200 gr de pasta de amêndoa já feita
 
Dividir a pasta de amêndoa ao meio  e esticar os dois pedaços até terem cerca de 0.3 mm de espessura.
Cortar 2 círculos de 16 cm, usando os "restitos" da pasta para fazer as bolinhas e reservar.
 
Bater o açúcar, com a margarina e a raspa dos citrinos.
Adicionar os ovos e voltar a bater.
Juntar as especiarias misturadas com a farinha bater novamente com a batedeira.
Juntar os frutos e envolver com uma colher de pau.
Numa forma de 16 cm com abertura lateral e o fundo forrado com papel vegetal, despejar metade da massa.
Colocar por cima um dos círculos de pasta de amêndoa e cobrir com o resto da massa.
Levar ao forno, previamente aquecido a 150ºC - o bolo demora uma eternidade a cozer...por isso ...paciência.
Retirar do forno assim que ao espetar o palito, este traga umas migalhitas pouco húmidas.
Deixar arrefecer um pouco e colocar o outro círculo de pasta de amêndoa por cima, fazendo uns efeitos ondulados em toda a volta - eu fiz os suficientes para colocar as doze bolinhas entre eles :-)
Colocar as bolinhas entre os "ondulados" e ....já está.
 
Há quem sugira tostar um pouco a cobertura de pasta de amêndoa...eu gostei mais assim.
 
 

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Panna Cotta de Maracujá

...a Primavera anda envergonhada...
...os dias de chuva atiram-nos para uma tardada de filmes..."esbardalhados" em cima do sofá...numa tarde de sábado...
...mas os "jogos da bola" permitem que os domingos sejam novamente dedicados à cozinha...
...sem qualquer pressa...
...até porque depois de um jogo há sempre que passar no café da santa terrinha e beber uma mini enquanto se discutem os resultados das outras equipas...
...isto dá-me pelo menos mais 2 horas... :-)
...com o pensamento numa alimentação mais saudável...
...folheio livros novos...e procuro alternativas...tentando manter sabores originais...
...não é tarefa fácil...mas não é impossível...
...há uns anos atrás fiz uma receita de panna cotta...tentando recriar uma sobremesa que em tempos apareceu no Pasta Caffe...
...hoje deixo aqui uma nova versão...menos calórica...
...acho eu... :-)
...o sabor mantém-se e a "infinita" possibilidade de frutas que se podem adicionar...
...serve os gostos de todos...ou quase todos...
...hoje é maracujá...
...amanhã...quem sabe...


Panna Cotta de Maracujá
(coisas cá de casa )

1 copo de leite
200 ml de natas
3 tbsp açúcar
3 folhas de gelatina incolor
1 vagem de baunilha
polpa de maracujá q.b.

Colocar as folhas de gelatina no taça com água fria.
Num tacho, levar ao lume o leite com as natas, as sementes da vagem e o açúcar.
Assim que o açúcar estiver dissolvido e a mistura começar a ferver, retirar do lume e passar por um passador de malha fina.
Adicionar as folhas de gelatina, previamente escorridas, na mistura ainda quente e misturar bem.
Colocar em forminhas e colocar no frigorífico até solidificar.
Colocar uma porção, a gosto, de polpa de maracujá e servir.

Nota - Para retirar as sementes da vagem de baunilha, fazer um corte, no sentido do comprimento da mesma e com a ajuda da ponta da faca, retirar as sementes.

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Sweet World - Queen of Puddings

...Queen of Puddings...
...uma sobremesa tradicional britânica que consiste em três camadas distintas...
...um pudim de pão...uma camada de doce...e um brilhante merengue...
...uma combinação deliciosa de sabores...
...que até a mim...que nem gosto muito quando o pão "se mete ao barulho"...me deixa água na boca...
....e é assim que damos as boas-vindas ao Sweet World...
...um desafio criado pela Lia do Lemon and Vanilla e pela Susana do Basta Cheio...
...que não podia ter começado de melhor forma...
...
 
Queen of Puddings
(adaptado de Nigella Lawson )
 
1 copo de leite
8 gramas de manteiga
60 gr de pão ralado
30 gr de açúcar
raspa de 1 limão pequeno
2 ovos
2 tbsp de doce de pêssego
 
Untar 4 ramequins com manteiga e reservar.
Aquecer o leite sem deixar ferver, juntar a manteiga e metade do açúcar e mexer até dissolver.
Adicionar o pão ralado e a raspa de limão e misturar bem com uma colher de pau.
Reservar até arrefecer.
Adicionar as gemas de ovo e voltar a misturar com a colher de pau.
Verter a mistura para os ramequins, deixando cerca de 1 cm livre.
Levar ao forno durante 20 minutos a cerca de 200ºC, com a ventilação ligada e tapados com um pouco de papel de alumínio, para não queimar.
Retirar do forno e colocar por cima um pouco de doce previamente aquecido no microondas.
Bater as claras em castelo, adicionar o resto do açúcar e voltar a bater.
Colocar um pouco merengue por cima do doce e levar ao forno para alourar.

domingo, 24 de janeiro de 2016

Camembert folhado com framboesas

...prometi que em Fevereiro voltava ao ginásio...
...mais uma daquelas coisas que me saem da boca pra fora sem pensar... :-)
...fez agora em Janeiro um ano que prometia o mesmo...
...mas a paciência é sempre pouca e os dias a dedicar à bicicleta...à passadeira ou ao trampolim...
...são muito facilmente trocados por manhãs...tardes e fins de dia na cozinha... :-)
...como hoje...
...o dia ameno de falsa Primavera convidava a lanchar no terraço...
...e umas quantas receitas da revista do Lidl pareciam que saltavam das páginas...
...cá está uma delas...
...exactamente como a imaginei...
...DELICIOSA...
...

Camembert folhado com framboesas
(revista Mais - Lidl)
 
1 queijo Camembert
1 embalagem de massa folhada
2 tbsp doce de pêssego
150 gr framboesas congeladas - usei frescas
1 ovo
 
Aquecer ligeiramente o doce de pêssego.
Ligar o forno a 180ºC.
Estender a massa folhada em cima da banca da cozinha e picar com um garfo.
Colocar o queijo sobre a massa.
Cobrir o queijo com as framboesas e o doce e dobrar a massa de modo que o queijo fique bem envolvido.
Pincelar a massa com o ovo batido e levar ao forno em tabuleiro forrado com papel vegetal, durante cerca de 20 minutos, com a ventilação ligada. 


segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Sonhos...

 
 "Tenho em mim todos os sonhos do mundo." - Fernando Pessoa

Sonhos
(coisas cá de casa)
 
1 chávena de água
1 chávena de farinha
1,5 tbsp margarina
1 pitada de sal
1 tsp fermento em pó
5 ovos
óleo para fritar
canela e açúcar a gosto
 
Levar ao lume a água com a margarina e o sal.
Aquecer em lume brando até levantar fervura.
Juntar a farinha com o fermento de uma vez só e mexer de forma enérgica até a massa despegar das laterais.
Retirar do lume e deixar repousar uns minutos até amornar.
Juntar os ovos um a um, misturando sempre com a mão entre cada adicção e tendo o cuidado de não colocar nenhum ovo antes de o anterior estar completamente incorporado na massa.
Numa frigideira, ou fritadeira, colocar pequenos pedaços de massa, ligeiramente inferiores a uma bola de ping-pong.
Com um palito de espetada, picar as "bolitas" à medida que vão fritando.
Retirar do lume e colocar num passador para que vão escorrendo o óleo em excesso.
Polvilhar com açúcar e canela ou mel. 

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Broinhas de batata...nozes e erva doce

...chegámos a Dezembro...
...o meu mês...
...o frio já não espreita...aparece sem ser convidado e fica para jantar...
...ligam-se os aquecedores...as lareiras e as salamandras...
...as mantas saem dos baús...
...a minha garganta já arranha e o nariz está mais vermelho que um tomate...de tanto o assoar...
...fica escuro tão cedo que às seis da tarde já tenho de carregar no comando da chave carro para dar com ele no estacionamento... :-)
...as luzes de Natal estão por toda a cidade...
...jantamos mais cedo e temos tempo...e vontade...de um cházito...
...assamos a primeira fornada de broinhas desta quadra...
...e...até já...
 

Broinhas de batata...nozes e erva doce
(coisas cá de casa)

500 gr de batata descascada
250 gr açúcar
250 gr farinha
1 ovo
1 tbsp erva-doce
1 tbsp canela
1 tsp fermento em pó
nozes q.b.
 
Cozer as batatas e reduzir a puré.
Adicionar o ovo e o açúcar e misturar.
Juntar a erva-doce, a canela, a farinha e o fermento e amassar com as mãos.
Por fim, colocar as nozes partidas e misturar bem.
Com as mãos enfarinhadas, dar à massa o formato de "broinha" e colocar num tabuleiro polvilhado com farinha.
Levar ao forno a 200ºC, durante cerca de 40 minutos.